Pousada das Águias

Voar sobre os Lençóis Maranhenses é um passeio inesquecível

O desejo de voar sempre foi inerente ao homem, e com as paisagens deslumbrantes do parque Nacional dos Lençóis Maranhenses esse pode se tornar uma aventura inesquecível e para realiza-lo há um passeio Aéreo nos Lençóis Maranhenses.

O blog foi conferir esse passeio que é oferecido por várias agencias em Barreirinhas e com preços acessíveis para quem gosta desse tipo de aventura.

O avião decola no aeroporto de Barreirinhas e passa pelos pequenos lençóis, Caburé, Mandacaru, Atins, Grandes Lençóis, Baixa Grande Queimada dos Britos e Santo Amaro. É uma visão completa de todo o complexo de dunas, praias, rio e mata que compõe o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses.

“São belezas naturais de tirar o folego e que ficam marcados em nossas memorias pra sempre!” Disse Celiane Cabral que estava participando do passeio.

O blog conversou também com o piloto Antônio Francesco sobre sua experiência de sobrevoar o parque, confira:

Antônio Francesco

Piloto experiente com mais de quinhentos voos realizados só nos Lençóis Maranhenses, Antônio é um apaixonado pelo parque.

Blog – Nos fale um pouco dessa sua experiência aqui nos Lençóis

Antônio – Aqui é uma região muito rica em beleza natural, com vegetação, rio, mar, as próprias dunas e lagoas do parque e sempre digo que cada voo é uma experiência diferente. Esse parque é muito grande em sua extensão e sempre vai ter alguma coisa diferente e interessante a mais.

Blog – E o turista que faz pela primeira vez, o que normalmente ele está buscando?

Antônio – Ele busca vê as dunas e as lagoas, a emoção do voo em si acredito que as pessoas tem receio do não conhecido, então alguns acham que voar em avião pequeno é perigoso.

Blog – Mas é seguro o voo?

Antônio – Sim, super seguro. Muitas pessoas iniciam o passeio apreensivas e quando voltam estão absolutamente encantadas.

Blog – Quando você chegou aqui nos Lençóis?

Antônio – Em 2014 e durante esse tempo todo que estou aqui, o parque em sí continua o mesmo, mas a cidade de Barreirinhas melhorou muito sua infraestrutura.

Blog – Recentemente você fez umas fotos que correu o mundo, onde você flagrou o Caburé praticamente desparecer, pois houve ali uma junção do rio com o mar, isso já aconteceu outras vezes?

Antônio – Eu já tinha visto essa cena em outras oportunidades em que a maré subia muito, inclusive conversando com o pessoal o ICBIO (Instituto Chico Mendes que é responsável pelo parque) eles me falaram que o Caburé tem tempo de vida útil e que a tendência é que ele realmente desapareça.

Blog – Aquelas suas fotos assustou um pouco as pessoas.

Antônio – De cima assusta mesmo, mas quem está embaixo não sente tanto essa cheia da maré, e aquela ocasião estávamos tendo um período de super lua e a maré foi maior do que normalmente.

Blog – O que você pode falar para nossos leitores sobre essa rota que acabamos de fazer?

Antônio – Essa é a rota 4, é nova pois criamos ela agora e eu brinco que ela são os três dias de passeio do parque em uma hora, pois ela é uma rota do trekking onde o pessoal faz uma caminhada no parque de três dias, fazendo o percurso e nós fizemos em uma hora. Nós saímos de Barreirinhas, passando por uma parte dos pequenos Lençóis, Vassouras, Farol do Mandacaru, Praia do Caburé, Atins, Canto do Atins, os dois oásis que tem no meio do parque que são Baixa Grande e Queimada dos Britos, depois vamos até Santo Amaro e voltamos passando pela Lagoa Bonita e Lagoa Azul. Praticamente passamos por todos os pontos turísticos disponíveis aqui do parque.

Mais informações dos passeio, baixe o aplicativo dos Lençóis Maranhenses clicando aqui: Lençóis APP

Fotos do passeio:

Antônio Francesco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *